Viewing entries tagged
foz

Dicas de como escolher um bom restaurante

Dicas de como escolher um bom restaurante

Comer é um dos grandes prazeres da vida e quem é que não gosta de estar bem alimentado? Assim, as pessoas estão sempre em busca de novos pratos e novos lugares para achar aquela comida que agrade o paladar. Entretanto, precisamos concordar que quando vamos a um restaurante e não gostamos do que é servido, saímos muito decepcionados.

Esse tipo de coisa acontece muito quando viajamos a um lugar que não conhecemos. A falta de pesquisa antecipada nos faz ir ao primeiro restaurante que encontramos e, às vezes, acontece de os pratos não suprirem as expectativas criadas. Também sabemos que nem sempre é possível comer em nossa opção gastronômica favorita devido aos altos preços. 

Pensando em que gosta de estar sempre inovando na hora de comer, tanto na cidade onde mora quando durante viagens, selecionamos algumas dicas para que você nunca erre na hora de escolher um bom restaurante. Confira abaixo.

- Outras avaliações: Antes de escolher o local para fazer a refeição, é muito interessante ouvir a opinião de outras pessoas. Vale perguntar para familiares, amigos e conhecidos. Uma boa dica também é procurar avaliações do estabelecimento na internet. Há diversos sites específicos para isso, além das redes sociais, que tem servido para formar muitas opiniões. Esse tipo de pesquisa ajuda não apenas a saber se a comida é gostosa, mas também sobre o atendimento, o preço, entre outros fatores que são fundamentais na hora de escolher um bom restaurante.

- Não julgue pela aparência: Como vimos, verificar avaliações antes de ir até o local é muito importante. Porém, apenas você poderá dizer ao certo se gostou do local. Para isso, o ideal é que você não julgue pela fachada do lugar, por exemplo. Às vezes, você pode não achar o ambiente bonito por fora, mas pode gostar muito da comida, do atendimento e do preço. Isso vale principalmente para quem gosta de comida com sabor caseiro e por um valor mais em conta.

- Esteja sempre aberto a novas opções: Não se feche apenas a um tipo de comida e esteja disposta a experimentar novos tipos de culinária. Arrisque provar novas opções e corra o risco de se apaixonar por outros pratos além daqueles que você já está acostumado. É possível fazer descobertas incríveis se não formos sempre ao mesmo lugar.

- Feiras Gastronômicas: Como já citamos, é preciso estar sempre disposto a conhecer novas opções de pratos e as feiras gastronômicas são os melhores lugares para isso. Nelas você tem contato com diversos restaurantes, food trucks – os carrinhos de lanche -, entre outros estabelecimentos gastronômicos. E mais um ponto positivo das feiras gastronômicas são as promoções, já que os locais sempre preparam novidades para esse tipo de evento.

- Avalie você também: Para contribuir com outras pessoas que possam visitar os mesmos restaurantes que você, avalie o estabelecimento. Vale deixar recomendações, elogios, críticas, sugestões e o que você quiser. Esse contato é muito importante para o restaurante para saber em que está acertando e em que está errando.

 

O que é Glúten? Quais Alimentos Fontes e Sintomas de Intolerância

O que é Glúten? Quais Alimentos Fontes e Sintomas de Intolerância

O glúten acabou se tornando uma das maiores dúvidas da alimentação nos dias de hoje. Muitas pessoas dizem que cortaram totalmente da dieta e conseguiram resultados maravilhosos, relacionados tanto à boa forma quanto a um melhor funcionamento do organismo. Mas e você? Sabe realmente o que é o glúten? Vai dizer que nunca se perguntou o que realmente ele é e se faz bem ou faz mal para o nosso organismo?

Pois bem. O glúten nada mais é do que uma proteína natural, presente em diversos cereais como, por exemplo, a cevada, o centeio e um dos mais presentes em nossa alimentação o trigo. É ele que dá elasticidade ao cereal e possibilita que o pão, por exemplo, nosso companheiro fiel do dia a dia, cresça fofinho.

Ou seja, na verdade não há novidade nenhuma e desde que o mundo é mundo, consome-se pão em praticamente todas as civilizações humanas, todos os dias. E nunca houve tanto medo em consumir o tal do glúten. Mas será que ele faz mesmo mal?

A resposta é: depende. Se for sofrer da doença celíaca, sim. Segundo especialistas, cerca de aproximadamente 1% de toda a população do mundo tem este problema, e não o glúten não é ingerido de forma correta. Nos celíacos, quando o glúten chega ao intestino, liga uma reação natural do sistema imunológico que não permite que ele seja digerido como deveria, trazendo problemas intestinais e a dificuldade de absorver nutrientes e vitaminas de diversos outros alimentos. Mas se trata de uma doença um tanto quanto rara, e nas demais pessoas, o glúten não traz e nem causa problema algum. 

O glúten engorda?

O glúten por si só não é capaz de engordar ou emagrecer ninguém, mas ele está presente em grande parte dos alimentos mais calóricos e ricos em carboidratos. Por si só, ele não engorda, mas acabou se tornando um vilão por fazer parte de alimentos que se consumidos em excesso podem sim, fazer os quilinhos aumentarem.

Quais alimentos são fontes de glúten

Conforme dissemos anteriormente, o glúten é uma proteína presente em cereais. Portanto, ele está presente em alimentos que contém estas substâncias. Entre os mais conhecidos podemos citar:

* Pães;
* Massas em geral;
* Biscoitos doces ou salgados;
* Bolos e doces feitos à base de farinha de trigo;
* Alguns alimentos processados;
* Algumas bebidas alcoólicas como o uísque e a cerveja.

Mas para saber se um alimento industrializado possui ou não glúten é fácil. Como o glúten pode fazer realmente muito mal para quem possui a doença celíaca, não é difícil encontrar a informação em rótulos e selos, sempre de forma visível e destacada. 

Como saber se tem a doença? Quais são os sintomas?

Os sintomas da intolerância ao glúten ou doença celíaca são geralmente desconforto abdominal, enjoos e vômitos, alterações na pele, mudanças no ciclo menstrual e muitas outras. A doença celíaca é grave e pode trazer graves problemas à saúde, portanto se você desconfia que está sentindo algum dos sintomas, visite um médico e solicite o teste o mais breve possível.